Freguesia do Nadadouro

História

Freguesia do Nadadouro

Embora a povoação do Nadadouro seja anterior ao século XIX, aparecendo no arquivo paroquial da Freguesia da Serra do Bouro, apenas se tornou sede de freguesia civil em 1957.

Nos anos 50 e 60 existiu um fluxo migratório com grande expressão para o Canadá, França e Estados Unidos, países onde hoje existem grandes comunidades de emigrantes.

Nadadouro é uma Freguesia em período de desenvolvimento, deve o seu nome a um factor geográfico específico da povoação. Era o local onde as pessoas iam nadar, o que poderia estar ligado com a lagoa de Óbidos ali passar. Ainda hoje a povoação do Nadadouro ai vai descansar, pescar e nadar.

Segundo a tradição, que tem circulado de boca em boca ao longo dos séculos, os pastores tinham o hábito de conduzir os seus rebanhos até a lagoa e aí aproveitavam para descansar e tomar um bom banho. Assim começou a designar-se esse lugar de Nadadouro.

Diz-se também que D. Sebastião, quando veio a Óbidos, deslocou-se à lagoa onde pescou, tendo nessa altura mandado construir um cais no Braço da Barrosa, o Cais da Rainha, do qual ainda restam alguns vestígios.

Outros monarcas, como D. João IV, D. José e D. Maria por aqui andaram, também, em vilegiatura.

D. Carlos I, vinha frequentemente pescar e caçar à lagoa, acompanhado pelo naturalista Albert Girard, seu colaborador nas campanhas oceanográficas.

Em termos históricos o Nadadouro pertenceu a freguesia da Serra do Bouro, do concelho de Caldas da Rainha, ate 19 de Dezembro de 1957.

Nessa data, foi elevada a freguesia através do decreto-lei nº41.

Registou-se um acentuado crescimento de população que tem contribuído para o desenvolvimento do Nadadouro.


© 2020 Freguesia do Nadadouro. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • GESAutarquia